60. O Corpo Governante Tenta Justificar-se (1)

William do Vale Gadêlha


Usando fraseologia e argumentação típicas, o Corpo Governante tenta, nesta revista, encobrir ou minimizar seus erros proféticos, confundindo os leitores quanto aos verdadeiros pontos em questão.

"É verdade que se pensava [...]". Quem pensava era o Corpo Governante.

"Quem pode censurá-los" por fazerem e divulgarem falsas profecias? Seria a pergunta mais exata a fazer. O erro em questão não foi o de compreender ou não compreender alguma coisa. O erro foi o de divulgar tais ensinos sobre datas, transformando-os em ensinos oficiais da organização. Qualquer pessoa imperfeita pode compreender algo errado na Bíblia. Este não é o problema. O problema é quando um grupo de tais homens imperfeitos, auto-revestidos de autoridade divina, afirma ter entendimento especial das coisas de Deus e impõe aos outros sua interpretação como sendo "alimento no tempo apropriado".

   A Sentinela, 1.º de setembro de 1985, p. 23
A Sentinela, 1.º de setembro de 1985, p. 23

Índice