63. O Corpo Governante Tenta Justificar-se (4)

William do Vale Gadêlha


Depois de citar vários exemplos de falsas profecias de outras fontes, o Corpo Governante tenta justificar-se, dizendo que mesmo que as predições dele não se cumpram ele não deve ser encarado como falso profeta, vejam só!

Ter convicção sincera de uma afirmação falsa, não a torna verdadeira. O que torna a profecia falsa, segundo o texto de Deuteronômio, é ela "não suceder, nem se cumprir". Quanto a ela ser ou não ser feita em nome de Jeová, é só reler as páginas em que a Sociedade se declara "profeta" de Deus (páginas 10, 11 e 12).

(Continua na página seguinte.)

   Despertai!, 22 de março de 1993, p. 3
Despertai!, 22 de março de 1993, p. 3

Índice